No dia 28 de julho os agricultores são homenageados . Por causa dos produtores rurais e agricultores que o agronegócio tem se ampliado e transformado nas últimas décadas. De acordo com pesquisa do Sebrae, 71% dos donos de microempresas estão no campo. Trabalhar no campo, diariamente, preparando o solo, manejando as pragas e doenças nas lavouras, com intuito de elevar a produtividade, é um trabalho árduo que estes cidadãos exercem para alimentar a sociedade brasileira. É como diz o velho ditado, "se o campo não planta, a cidade não janta". Pequenos, médios e grandes produtores trabalham sob sol e chuva para fazer os grãos, a carne, as frutas e as verduras chegarem frescos nas cidades. Com o avanço da agropecuária nos últimos 30 anos, a produção rural cresceu 260%. A Conab estima que a área plantada de grãos, nesta última safra, chegou a 64,778 milhões de hectares.

Para te ajudar a conhecer mais sobre esses profissionais, aqui está uma definição, segundo o Estatuto do Produtor Rural - PLS 325/06: Produtor rural é toda pessoa física ou jurídica que explora a terra, com fins econômicos ou de subsistência, por meio da agricultura, da pecuária, da silvicultura, do extrativismo sustentável, da aquicultura, além de atividades não-agrícolas, respeitada a função social da terra, e também define o agronegócio como um conjunto global das operações de produção e distribuição de suprimentos agrícolas, das operações de produção nas unidades agrícolas, do armazenamento, processamento e distribuição dos produtos agrícolas e itens produzidos a partir deles, incluindo os serviços de apoio. Com essa definição fica claro saber quem é o produtor rural, e em que se caracteriza a atividade desenvolvida por esses profissionais no agronegócio brasileiro.

Brasil, um dos maiores produtores de alimentos no Mundo

É sabido que o Brasil é destaque internacional na produção de grãos e carnes, comprovando todos os dias a sua eficiência produtiva no campo. O agro está presente no dia a dia das pessoas, da alimentação às roupas, passando pelos combustíveis e móveis, chegando a instrumentos musicais e objetos de decoração. Representa mais de 1/5 do PIB brasileiro graças ao crescimento da produção agrícola e a explosão da produtividade nos últimos 50 anos. Nesse período, o Brasil passou de importador a exportador de alimentos, garantindo saldo positivo na balança comercial e divisas para o país.

Apesar do potencial rural produtivo do Brasil, boa parte dessa produção alimentícia provém de pequenos produtores e de agricultores familiares. Estima-se que no Brasil a agricultura familiar é responsável por 75% dos alimentos que vão para a mesa do brasileiro. Pelo menos, cinco milhões de famílias vivem da agricultura familiar e produzem a maioria dos alimentos consumidos no País.Esse modelo de produção está presente em 84% dos estabelecimentos agropecuários e responde por aproximadamente 38% de participação no valor bruto da produção do meio rural, segundo o último levantamento agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São 14 milhões de pessoas ocupadas, algo em torno de 74% do total das ocupações distribuídas em cerca de 80 milhões de hectares (25% da área total).

Apesar do grande volume produtivo, a produção rural no Brasil tem se modernizado de uma forma mais rápida apenas nos últimos anos, a tecnologia entrou em cena, mas não podemos nos esquecer da importância de pequenos produtores e dos agricultores familiares, que também tem se modernizado e se alinhado as tendências mundiais de sustentabilidade do agronegócio. A implementação de práticas sustentáveis no campo é benéfica para todos, pois visa a redução de gases poluentes e o elevado consumo de água. Resta aprendermos a valorizar o esforço de quem labuta com pouco incentivo, com poucos recursos e acesso limitado à tecnologia. Os preços dos alimentos baixarão, nossas despensas ficarão mais cheias e a exportação aumentará. Que o dia 25 de julho plante sementes nessa direção.

Produtor com tablet nas mãos Campo com plantação em início de crescimento.

Presença Feminina na produção rural 

A presença feminina no campo também é comemorada no dia do produtor rural. Em 12 anos, o número de produtoras rurais administrando propriedades cresceu de 9,4% para 14.7%, o que é cerca de 22 mil produtoras contribuindo para o desenvolvimento econômico do País. O conceito de que muitas das atividades no agronegócio eram masculinas está ficando cada vez mais obsoleto, e a participação das mulheres só cresce, principalmente devido as novas tecnologias e aos novos implementos agrícolas.

As perspectivas futuras para o agronegócio brasileiro são positivas, pois espera-se um crescimento produtivo em quase todos os âmbitos agrícolas do país. 

Devemos valorizar os agricultores e produtores rurais diariamente, afinal o esforço deles é que mantém o abastecimento de alimentos nas cidades, e que acelera a economia do país.

Os profissionais do campo e a conectividade 

Compra online de insumos agrícolas Produtor rural com acesso a conectividade.

Longe ou perto da cidade, o produtor rural e o agricultor estão mais conectado a internet do que nos anos anteriores, esse é o novo status do setor. O Censo 2017 mostrou que 41 mil propriedades tinham conectividade, sendo que em 2006 a internet estava presente em apenas 1.345 propriedades, um grande e rápido avanço para o setor. A incorporação de tecnologias de agricultura de precisão e mais recentemente a adoção da agricultura digital, com a possibilidade de conexão via internet de máquinas agrícolas, estão transformando a paisagem, rotinas, processos agrícolas e hábitos do homem do campo.

De acordo com os dados da última edição da pesquisa Hábitos do Produtor Rural, 4 em cada grupo de 10 produtores acessaram a internet nos últimos 10 dias. Entre os produtores rurais que acessaram a internet, 93% visitaram as redes sociais. Outro aspecto importante é que o agronegócio também é um grande empregador. Ele multiplica empregos e renda por onde passa, melhorando a qualidade de vida das pessoas no interior do país. Todos estes indicadores demonstram o quanto o agronegócio brasileiro é importante para a sociedade.

Conteúdos relacionados

Com R$113mi de insumos vendidos em apenas 24h, a Orbia quebrou recordes e mostrou que a digitalização no agro é uma realidade. Na mesma campanha, também foram transacionadas 13mil sacas de soja e 400mi de pontos no programa de coalizão.

A mulher do agro é uma profissional que trabalha de sol a sol a frente da fazenda, e ainda acumula os papéis de estudante, mãe, filha, amiga, esposa. Tudo isso em uma coisa só! O dia a dia das mulheres no agro não é fácil e são muitas tarefas para dar conta. Além do trabalho existe a família e no meio disso tudo, é preciso ter um tempo para cuidar de si. Como dar conta de tudo, sem perder a produtividade e ainda conseguir conciliar suas necessidades pessoais?